A Visita à Falcoaria

Falcoeiros de Setecentos, que se fixaram em Salvaterra de magos, vindos de Valkenswaard - Holanda, para garantir o bom funcionamento desta falcoaria, utilizaram aves com características distintas, que lhes permitia a caça de diferentes espécies, possível através do alto e baixo-voo. São algumas dessas espécies, que hoje residem permanentemente na Falcoaria Real, outrora utilizadas pelos monarcas portugueses nas suas pomposas caçadas reais.

Permita-se inteirar um pouco mais sobre o quotidiano destas aves em cativeiro, para além de garantirmos que se reúnem as condições ideiais para o seu bem-estar, respeitamos também, o seu lado selvagem.

A Falcoaria, segue as tendências das mais modernas exposições, possui várias peças multimédia que permitem, através da interactividade dos visitantes a exploração de novos conteúdos.

Possibilita o visionamento de filmes sobre a biologia das aves, explorar galerias de pinturas e fotografias, jogos virtuais onde o visitante assume o papel de falcão que procura as aves de presas.

Durante a visita tem ainda a possibilidade de descobrir o mundo da Falcoaria desde o Neolítico até aos nossos dias, os motivos que conduziram ao aparecimento desta arte, bem como, a sua importância na Vila de Salvaterra de Magos, que desde sempre reuniu condições favoráveis para a realização de grandes caçadas.

Aguarde a hora de treino da sua ave favorita e assista à sua demonstração de voo em liberdade, onde as nossas protagonistas mostram toda a sua perícia, na tentativa de capturar a "Falsa Presa" lançada pelos falcoeiros, responsáveis pela sua aprendizagem - adestramento.

 

 


sala de filme
 

vista sobre o pateo

 


pormenor de demonstração de voo
 

pormenor do pombal


 

Por favor aguarde...
x