Alimentação em Cativeiro

 


As aves de presa são carnívoras e em cativeiro tenta-se que a sua alimentação seja o mais aproximado possível ao que seria se estivessem em liberdade, alimentando-se com diferentes tipos de carne de outros animais, que são conhecidos em falcoaria por “viandas” (Crespo, 1999: 76-77).

Como a maioria dos falcões são ornitófagos, carne de aves como galinha, frango, pombos e codorniz é normalmente utilizada como base da sua alimentação em cativeiro, devendo esta apresentar boas condições de higiene, e se possível de proveniência conhecida, evitando o contágio de doenças.

As refeições são sempre após o treino, uma vez por dia, nessa altura é também colocada à disposição das aves água para que possam beber e tomar banho.



Só voltam a comer no dia seguinte após a plumada, altura em que regurgitam os ossos e as penas que ingeriram na refeição anterior. Pesadas diariamente, sendo registado o seu peso, referência que permite saber se dispõe de condições para voar, uns gramas a mais podem fazer com que não regresse à luva. O controlo do seu peso desempenha um importante papel que permite detetar doenças. Uma perda de peso significativa poderá ser indício de que algo não está bem.
 

Universidade de Évora Município de Salvaterra de magos República Portuguesa - Cultura Património Cultural - DGPC Associação Portuguesa de Falcoaria
Por favor aguarde...
x