O que é a Falcoaria

A Falcoaria consiste na utilização de aves de presas treinadas para a caça de animais selvagens no seu ambiente natural. Para isso o falcoeiro tem de munir-se de conhecimentos específicos sobre as aves de presa, o seu treino, sobre as espécies a capturar e seus habitats. O falcoeiro deve usar a sua sensibilidade e os conhecimentos desenvolvidos pela Falcoaria, ao longo de séculos, para treinar a ave de presa e a manter em excelentes condições. Isto envolve cuidar da sua saúde e melhorar continuamente a sua condição física. Depois do processo de treino, falcoeiro e ave de presa, forjam uma parceria única. No ambiente natural das suas presas esta parceria procura vencer as estratégias naturais de fuga da presa para conseguir a sua captura. O valor mais elevado nesta demanda é o da beleza do lance de caça e não a da captura da presa.


Na prática distingue-se entre o alto-voo e o baixo-voo:
 

O ALTO-VOO é o mais espetacular e também o mais difícil, o mais exigente e o que reúne um maior número de condicionalismos, a par de uma menor rentabilidade na captura de peças. Neste tipo de lance são usados falcões que perseguem as suas presas no ar durante grandes distâncias e muitas vezes a grande altura. Este foi, pela sua beleza, o lance clássico da Falcoaria europeia.O falcão necessita estar nas melhores condições físicas para conseguir superar a sua presa, uma vez que muitas das capturas dão-se em pleno voo.
 
ALTANARIA é considerada uma vertente do alto-voo. Neste lance, o falcão é solto antes da peça de caça levantar voo, de modo a que ascenda sobre o terreno de caça - "remontando" - até se colocar bem alto (na ordem da centena de metros), onde aguardará descrevendo pequenos círculos ou "tornos".

Ao levantar-se a caça, o falcão cai do céu num perfurante e rapidíssimo voo picado, podendo atingir velocidades próximas dos 300 km/hora. A maioria das capturas ocorre em voo, mas ocasionalmente algumas presas são mortas por impacto. Esta modalidade requer grandes espaços abertos, pouco arborizados. Caçam-se aves como corvídeos, patos, perdizes e faisões.
 


 

 
 
 
 
No BAIXO-VOO o lance é sempre mais simples, mas também mais dinâmico e produtivo quando se fala em captura de peças de caça. Neste tipo de lance, a ave de presa sai do punho do falcoeiro e persegue uma peça de caça, conseguindo de forma rápida perfurar todos os obstáculos, mostrando aqui a sua agilidade, o que lhe permite a caça tanto na planície como montanha, em terreno limpo ou com arvoredo. São aqui utilizados os açores, búteos ou águias. Podem caçar-se aves e mamíferos.


 

Património Cultural - DGPC Município de Salvaterra de magos Associação Portuguesa de Falcoaria República Portuguesa - Cultura Universidade de Évora
Por favor aguarde...
x