6º aniversário da Falcoaria em Portugal - Património Cultural Imaterial da Humanidade

24
nov
A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos assinala no dia 1 de dezembro, pelas 15h, na Falcoaria Real o 6º aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.
 
Para assinalar este momento será inaugurada a exposição “Falcoaria no Mundo”, que contou com a participação ativa de 11 países, que enviaram fotografias e informações sobre o passado e o presente da prática da Falcoaria no seu território. Esta exposição testemunha que a prática da Falcoaria está ativa em pelo menos em 24 países, que têm em comum a paixão pelo adestramento e caça com aves de presa, mantendo o respeito pelos seus habitats.
 
O programa inclui também uma homenagem a Filipe Themudo Barata, Professor Catedrático, Jubilado da Universidade de Évora, pela dedicação ao estudo do Património Histórico e Cultural do concelho de Salvaterra de Magos, em especial pelo trabalho desenvolvido sobre Falcoaria e na Falcoaria Real.  
 
Na Galeria de Exposições será inaugurada “A Falcoaria, a minha Arte e a minha Terra”, uma exposição de pintura de Ana Teresa Pontífice.
 
A música estará a cargo de Laura Macedo e Marcelo Silva.
 
A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos liderou a candidatura da prática da Falcoaria como Património Cultural Imaterial da Humanidade, juntamente com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria, tendo conseguido o reconhecimento da UNESCO a 1 de dezembro de 2016, em Adis Abeba, Etiópia.

 

República Portuguesa - Cultura Associação Portuguesa de Falcoaria Universidade de Évora Município de Salvaterra de magos Património Cultural - DGPC
Por favor aguarde...
x